top of page
  • Renata Muzi

Farmácias podem vender no WhatsApp?

Conheça o histórico do mercado farmacêutico no aplicativo no Brasil e conheça as novas políticas de uso do WhatsApp para farmácias.





Com o aumento do delivery das farmácias e o avanço do WhatsApp como meio de compra entre os brasileiros, uma pergunta tem sido bastante feita: afinal, as farmácias podem vender no WhatsApp? É um questionamento válido, uma vez que a venda farmacêutica é regida por várias regulamentações.


O cenário mudou bastante: começou com proibições, porém a partir de 25 de outubro de 2022 a Meta colocou as atualizações sobre as novas vertentes do uso do WhatsApp para farmácias. Entenda tudo que as farmácias passaram no cenário do WhatsApp no Brasil.



O que acontecia até meados de 2018?



O WhatsApp, por se tratar de uma empresa dos Estados Unidos, ela chegou em solos brasileiros com uma política que se enquadra na legislação estadunidense, onde proibia qualquer farmácia de estar no aplicativo. Isso gerava muitos banimentos de lojas, mesmo elas seguindo as diretrizes da ANVISA para vendas em estabelecimentos farmacêuticos.



WhatsApp recebe processo em 2019 por banir mais de 500 farmácias:



Em 11 de novembro de 2019, a Anfarmag, Associação de Farmácias de Manipulação, processou a META, que na época ainda se apresentava como Facebook, em luta contra as contas bloqueadas da plataforma; este banimento afetou mais de 500 farmácias.


A associação informou que o bloqueio era sem fundamento, já que as farmácias utilizam o WhatsApp apenas para realizar orçamentos de prescrições médicas. De acordo com Marco Fiaschetti, diretor-executivo da Anfarmag, o processo considerou o bloqueio de empresas pequenas e grandes, e o mesmo veio sem nenhuma justificativa do WhatsApp.


Muitos empresários para reverter a situação tiveram que cadastrar um novo número de telefone na ferramenta; eles não conseguiram avisar todos os clientes destas mudanças e isto gerou reclamações de inúmeros clientes que não conseguiam realizar contato com a farmácia.


Essa ação foi essencial para as flexibilizações que a Meta fez nos próximos anos em relação ao uso do WhatsApp por esse nicho.



Atualizações no uso do WhatsApp para Farmácias em outubro 2022:

Em outubro de 2022, o WhatsApp passou por uma mudança em sua política, onde liberou as farmácias de possuírem conta no aplicativo. Podem até mesmo integrar em sua API Business Cloud!

Essa mudança foi reflexo de um cenário que vinha se instaurando da necessidade das farmácias de se adequar a uma plataforma de venda conversacional como o WhatsApp. Importante ressaltar que a ação judicial movida pela Anfarmag também foi peça essencial para essa liberação.


Sabemos a importância do WhatsApp como aliado nos negócios do setor farmacêutico, quando bem utilizada é um dos melhores pontos de contato para conectar empresas e clientes. Estas atualizações trazem um pouco de tranquilidade para os empresários que querem se manter atualizados as tendências do mercado. No futuro isto será ainda melhor, vamos juntos!



Quer saber quais as políticas vigentes e como farmácias podem vender no WhatsApp? Fale com um de nossos consultores que eles explicam detalhadamente!




bottom of page